Como se tornar MEI – Microeemprendedor Individual

Estamos sempre falando sobre o Microempreendedor Individual, o MEI, aqui no Blog do Moneto não é? Já enumeramos os benefícios de ser um MEI, ensinamos como declarar o Imposto de Renda, tiramos algumas das dúvidas mais comuns e debatemos vários outros assuntos. Você já sabe também que ele é uma forma prática para formalizar o seu negócio, podendo passar uma imagem mais profissional e colaborar para o aumento das suas vendas. Mas você sabe como se tornar MEI?

Hoje, separamos informações de como você pode se tornar um Microempreendedor Individual e formalizar o seu negócio. É fácil e rápido, confira!

#Como se tornar um MEI

Ninguém gosta de burocracia. Falar em formalizar o negócio próprio já lembra filas enormes e taxas altas para pagar. A preguiça fala mais alto e você tem vontade de continuar levando sua atividade fora desse mundo. Pensando nisso, o MEI veio para ser diferente e ir contra todos esses pensamentos. Com custos baixos e inscrição pela internet, ser um Microempreendedor Individual é prático e sem dores de cabeça.

Para se tornar um MEI não tem muito mistério: é preciso ser maior de 18 anos, faturar no máximo 60 mil reais por ano e ter sua atividade listada entre as 480 atividades permitidas. Um ponto importante é que você não pode ter ou ser sócio de outras empresas. Como o próprio nome diz, é um negócio Individual. Por outro lado, você pode ter um funcionário, desde que a remuneração seja de até um salário mínimo ou de acordo com o piso salarial da categoria.

#Taxas e Custos

A respeito das taxas e contribuições, o MEI paga um pequeno valor mensal fixo, destinado à Previdência Social e demais órgãos. Ainda podem existir valores cobrados de acordo com o estado ou município ou atividade exercida. No caso de se ter um funcionário, também são cobradas as taxas referentes aos FGTS e Previdência Social.

Sendo MEI, você se torna isento de muitos impostos, o que abaixa os custos de um negócio formalizado. Para isso, você precisará somente apresentar suas notas fiscais recebidas ou emitidas, lembrando de ficar dentro do limite de  60 mil reais faturado por ano.

#Onde se tornar um MEI

Quase todo o processo é pela Internet e de forma simples. Você só precisa se inscrever no Portal do Empreendedor, é grátis. Tenha em mãos seus documentos pessoais como RG, CPF e Título de Eleitor para preencher o formulário, é preciso informar também o recibo da sua última declaração do Imposto de Renda, como pessoa física mesmo.

Depois de preencher o cadastro, você já terá acesso aos documentos como o Certificado de Microempreendedor Individual e seu CNPJ. Também receberá o carnê com as mensalidades do Documento de Arrecadação Simplificada, o DAS, que deve ser pago mensalmente. Além disso, terá as folhas do relatório mensal das suas receitas. Fácil né?

#Meu negócio está crescendo

É preciso sempre lembrar que para ser MEI você não pode ultrapassar o faturamento anual de 60 mil reais. Caso isso aconteça, você precisará atualizar seu status e até pagar uma pequena taxa por esse excesso. Fique de olho e veja se MEI é mesmo a melhor solução para o seu negócio. 

Agora que você já sabe como se tornar um MEI pode profissionalizar seu negócio, aumentar suas vendas e conquistar mais clientes! Está esperando o que?